Antes de ser condenada, mulher abandona julgamento e tenta fugir de Belo Horizonte

Ana Aparecida Morais Ribeiro foi condenada a 21 anos de prisão por mandar matar marido. PM conseguiu pegá-la dentro de ônibus quando ela tentava ir para Minas Novas.

Uma mulher de 38 anos que estava sendo julgada em Belo Horizonte por mandar matar o marido abandonou a sessão em andamento e deixou o Salão do II Tribunal do Júri, no Fórum Lafayette, no bairro Barro Preto, na Região Centro-Sul. O caso aconteceu nesta terça-feira (3).

De acordo com o Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG), Ana Aparecida Morais Ribeiro cometeu o crime em Santo Antônio do Itambé, na Região Central de Minas Gerais, mas o processo foi desaforado, ou seja, transferido, para a capital mineira. Ela respondia em liberdade.

Mesmo sem a presença da ré, a Justiça condenou Ana Aparecida a 21 anos de prisão em regime fechado e ela não poderá recorrer em liberdade.

Segundo a Polícia Militar (PM), a mulher foi presa dentro de um ônibus de viagem na cidade de Gouveia, na Região Central de Minas Gerais, quando seguia da capital mineira para Minas Novas, na Região do Jequitinhonha, em Minas Gerais.