BH recebe mais uma etapa de pesquisa nacional para conhecer propagação da Covid-19


Outras 13 cidades mineiras também passam pela pesquisa, que consiste em um questionário e na realização de testes rápidos. Pesquisa será feita por meio de testes rápidos
Reprodução/RPC
Belo Horizonte e mais 13 cidades mineiras vão passar, a partir deste domingo (21), pela terceira etapa da pesquisa realizada pela Universidade Federal de Pelotas para conhecer a propagação do novo coronavírus em todo o país. A primeira e a segunda etapa ocorreram em meados de maio e início de junho.
A pesquisa, que é financiada pelo Ministério da Saúde, será feita a partir de coleta de informações e realização de testes rápidos em 250 moradores das cidades de Barbacena, Divinópolis, Governador Valadares, Ipatinga, Juiz de Fora, Montes Claros, Patos de Minas, Pouso Alegre, Teófilo Otoni, Uberaba, Uberlândia e Varginha. Outras 119 cidades brasileiras também participam da pesquisa.
Estas primeiras etapas são realizadas por pesquisadores do Ibope em áreas selecionadas a partir de sorteio. Os domicílios serão selecionados de forma aleatória. Aqueles que aceitarem participar da pesquisa terão todos os moradores listados e um sorteado faz o teste rápido e responde a um questionário.
Se o resultado der positivo, todos os moradores são convidados a fazer o teste também. Os casos positivos são notificados para a Vigilância Sanitária.
Para a realização do teste, uma gota de sangue é coletada e o resultado sai em 15 minutos. Este teste verifica se há produção de anticorpos contra o novo coronavírus no organismo e só vai apontar positivo após sete dias de contágio.
De acordo com o Ibope, os entrevistadores usam crachá e possuem equipamentos de proteção individuais (EPIs), como máscaras, toucas, aventais e sapatilhas descartáveis, além de óculos e luvas. Todos eles têm frascos de álcool gel, sacos de lixo e caixas de descarte de material hospitalar.
Segundo o Ibope, “a metodologia de realização em 3 fases com intervalos de 15 dias permite entender se ela está em ascensão, estagnação ou em queda”.
Initial plugin text