BNDES aprova primeiro financiamento do Programa de Apoio ao Combate ao Coronavírus

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) anunciou a aprovação do primeiro financiamento do Programa de Apoio Emergencial ao Combate da Pandemia do Coronavírus. Especializada em venda, locação e assistência técnica de produtos médico-hospitalares, a RTS será a primeira a receber uma linha de crédito no valor de R$ 50 milhões.

Os recursos serão usados na implantação de mais de 300 leitos de UTI em hospitais públicos do país. Deles, 200 serão entregues diretamente para o Ministério da Saúde, e o restante, para as secretarias estaduais de Saúde.

O programa foi lançado em 29 de março, e vai destinar R$ 2 bilhões em financiamentos a empresas do setor. Até o momento, 18 empresas demonstraram interesse na linha de crédito, e 12 já estão habilitadas. Falta apenas a formalização dos contratos.

O banco calcula que o valor total do projeto permitirá a implantação de três mil novos leitos de UTI, quinze mil respiradores pulmonares e 88 milhões de máscaras, entre outros materiais e equipamentos, para incorporação ao sistema de saúde nacional.

O valor mínimo para concessão do crédito emergencial é de R$ 10 milhões, que devem ser empenhados em aumento da ofertas de leitos de UTI, bem como de equipamentos, insumos, materiais, componentes e produtos para saúde, para atendimento das necessidades dos infectados pelo coronavírus.

* Com Agência Brasil