Bolsonaro pede à Índia desbloqueio de insumos para cloroquina

O presidente Jair Bolsonaro conversou, neste sábado (4), com primeiro-ministro da Índia, Narendra Modi, e pediu o desbloqueio da exportação de insumos farmacêuticos para a produção da hidroxicloroquina, medicamento testado no combate ao novo coronavírus.

A Índia é produtora de insumos para medicamentos e havia paralisado a exportação. O governo brasileiro fez um apelo ao país para a liberação de ao menos 31,6 toneladas de ingredientes usados na fabricação de remédios pela indústria farmacêutica no Brasil.

“Brasil e Índia continuarão grandes parceiros pós-crise do coronavírus, e não mediremos esforços na luta para salvar vidas”, disse Bolsonaro em uma publicação no Facebook, reforçando que a intenção é a produção da hidroxicloroquina.

O medicamento, porém, não tem eficácia comprovada contra a doença – o primeiro estudo científico publicado sobre o uso da cloroquina em pacientes com Covid-19 mostrou “boas aplicações”, de acordo com o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, mas ainda iniciais.

Bolsonaro recebeu no Palácio da Alvorada o ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, que também participou da conversa com o indiano. Pelo Twitter, Narendra Modi anunciou que conversou com o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, e falou em união entre os dois países para combater a covid-19.

*Com informações do Estadão Conteúdo