Brasil poderá realizar até 50 mil testes para coronavírus diariamente

O secretário de Vigilância em Saúde, Wanderson Kleber de Oliveira, afirmou no sábado (11) que o Brasil poderá realizar entre 30 mil e 50 mil testes, por dia, para diagnosticar o novo coronavírus. Atualmente, cerca de quatro mil testes são realizados por dia.

“Estamos fazendo o máximo possível de acordo com a disponibilidade de insumos neste momento e de acordo com realidade do Brasil”, disse em entrevista coletiva para apresentar o Boletim Epidemiológico Diário.

Segundo Wanderson, não será possível testar todas as pessoas, mas será feito em quantidade suficiente para analisar a propagação da doença.

“Teremos testes em quantidade suficiente para realizarmos a avaliação do cenário epidemiológico. Os testes são para conhecer a epidemia e para algumas regiões do país para que a gente possa tomar a decisão baseada na evidencia mais robusta possível”, disse.

O secretário disse ainda que serão criados centros de coleta, onde as pessoas com sintomas leves farão os testes e receberão o resultado pelo celular em até 36 horas. “Ainda não implementamos porque esperamos as máquinas serem instaladas no parceiro privado que ganhar a concorrência. Estamos trabalhando para que isso seja o mais breve possível”, disse.

Ainda de acordo com Wanderson, a iniciativa piloto deve começar em Curitiba e no Rio de Janeiro, com as máquinas da Fundação Oswaldo Cruz. Segundo ele, uma parceria com o Instituto Butantan para o estado de São Paulo está sendo realizada.