CBF destina R$ 19 milhões para Federações e clubes das Séries C, D, A1 e A2

A CBF vai destinar R$ 19 milhões para a base da pirâmide do futebol brasileiro respirar durante a crise causada pelo coronavírus. Os clubes que disputam as Séries C, D, A1 e A2 dos Campeonatos Brasileiros masculino e feminino vão receber um auxílio financeiro, a título de doação, no valor equivalente a duas vezes a folha salarial média dos atletas de cada uma das divisões, com base no sistema de registros de contratos da CBF. A ação é organizada com apoio das Federações Estaduais.

Serão beneficiados 140 clubes, e tem como objetivo ajudar os clubes a cumprir seus compromissos com os jogadores e jogadoras durante a paralisação do futebol. Além disso, a Confederação vai doar R$ 120 mil para cada uma das federações.

“Vivemos um momento inédito, de crise mundial, cuja extensão e consequências ainda não podem ser calculadas. É necessário, portanto, agir com critério e responsabilidade. O nosso objetivo, com essas novas medidas, é fornecer um auxílio direto imediato. Mas, além disso, temos que seguir trabalhando para assegurar a retomada do futebol brasileiro no menor prazo possível, quando as atividades puderem ser normalizadas”, afirma o presidente da CBF, Rogério Caboclo.

Os recursos, que totalizam R$ 19,2 milhões, serão divididos da seguinte maneira:

– Para os 68 clubes da Série D, o auxílio individual será de R$ 120 mil, num total de R$ 8,1 milhões;

– Para os 20 clubes da Série C, o auxílio individual será de R$ 200 mil, num total de R$ 4 milhões;

– Para os 16 clubes da Série A1 do Campeonato Brasileiro Feminino, o auxílio individual será de R$ 120 mil, somando R$ 1,9 milhão;

– Para os 36 clubes da Série A2 do Campeonato Brasileiro Feminino, o auxílio por clube será de R$ 50 mil, com o desembolso total, pela CBF, de R$ 1,8 milhão;

– Para as Federações Estaduais, são R$ 120 mil por entidade, num total de R$ 3,2 milhões.