Sepultamento foi às 10h desta quinta-feira (22) no Bosque da Esperança, na Região Norte.

Entrada do Cemitério Bosque da Esperança, na Região Norte de Belo Horizonte — Foto: Raquel Freitas/G1
Entrada do Cemitério Bosque da Esperança, na Região Norte de Belo Horizonte — Foto: Raquel Freitas/G1

O corpo de Jane Nei Lee Ko, de 75 anos, encontrada amordaçada e amarrada dentro do apartamento onde morava em Belo Horizonte, foi enterrado na manhã desta quinta-feira (22) no Cemitério Bosque da Esperança, no bairro Jaqueline, na Região Norte.

O crime aconteceu nesta terça-feira (20). O marido da vítima, Luiz Chien San Ko, conhecido como Luiz Chinês, contou à polícia que encontrou a mulher em cima da cama, ainda com vida. O síndico do prédio disse que tinha acabado de chegar em casa quando foi chamado pelo porteiro para ajudar a socorrer Jane.

A idosa morava no 15° andar de um dos prédios do Condomínio Monjolo, localizado no bairro Floresta, na Região Leste. Ela vivia com o marido e a filha.

Mulher de 75 anos é encontrada morta dentro de apartamento no condomínio Monjolo, na Floresta, em BH — Foto: Manuela Borges/TV Globo
Mulher de 75 anos é encontrada morta dentro de apartamento no condomínio Monjolo, na Floresta, em BH — Foto: Manuela Borges/TV Globo

Segundo a Polícia Militar (PM), o apartamento estava revirado e com sinais de arrombamento na porta. As câmeras de monitoramento do prédio podem ajudar a identificar o possível invasor. De acordo com o porteiro, apenas uma pessoa esteve à procura do marido da vítima na terça-feira, mas ele não entrou no prédio.

No local, vivem cerca de 600 moradores. O casal de ex-comerciantes vivia em Belo Horizonte há 50 anos, 30 deles morando no prédio. A suspeita é de que alguém tenha entrado no apartamento à procura de dinheiro.

Por meio da assessoria de imprensa, a Polícia Civil informou que apura o caso, mas disse que ainda não há uma linha de investigação definida.