Covid-19: Espanha registra maior queda de mortes e infecções

O avanço da Covid-19 na Espanha registrou, nesta sexta-feira (10), sua maior queda desde o início da pandemia, com novas infecções caindo para 3% por dia, o menor aumento até agora, enquanto as mortes chegaram a 605, a menor número em 17 dias.

No total, são 157.022 pessoas infectadas e 15.843 morreram, segundo dados publicados nesta quinta pelo Ministério da Saúde local, após dois dias consecutivos de tendência de queda.

Outras 3.603 pessoas já se recuperaram do novo coronavírus, um aumento de 6,9%, elevando o total para 55.668 altas hospitalares.

O número de mortes também caiu até atingir seu aumento mínimo até o momento, que é de 3,97% por dia; o menor desde o dia 24 de março, quando 514 pessoas morreram.

Os novos casos relatados agora são de pessoas que foram infectadas há duas semanas ou mais e as “curvas” da evolução da pandemia estão “caindo”, disse Maria José Sierra, porta-voz do Ministério da Saúde, em entrevista coletiva.

Enquanto isso, as altas médicas caíram um 1,5% em um dia, de 8,42% na quinta para 6,9% nesta sexta. No entanto, os curados já representam 35,45% dos casos. Madri continua sendo a região mais afetada, com 44.783 infecções, 5.972 mortes e 22.414 curadas.

*Com informações da EFE