Divulgação de alertas é parte das ações preventivas e tem como foco diminuir riscos. Segundo a Anatel, a capital mineira possui cerca de 500 mil assinantes de TV.

 Chuva em BH: aviso será feiro também pela TV a cabo — Foto: Reprodução/TV Globo
Chuva em BH: aviso será feiro também pela TV a cabo — Foto: Reprodução/TV Globo

A Defesa Civil de Belo Horizonte começa a enviar aos assinantes de TV paga, a partir de segunda-feira (23), alertas preventivos de chuvas fortes, granizo, tempestades, vendavais e outros fenômenos meteorológicos.

A divulgação de alertas é parte das ações preventivas e tem como foco diminuir riscos. Os moradores da capital mineira podem acompanhar os alertas e as recomendações da Subsecretaria de Proteção e Defesa Civil por meio do Instagram, Twitter, Facebook e pelo canal público do Telegram no endereço defesacivilbh.

Os assinantes vão receber a mensagem de alerta em pop up (imagem sobreposta à tela) com duração de dez segundos. O formato e a opção de fechá-lo podem variar de acordo com a operadora, o modelo do equipamento (decodificador) e o plano contratado.

O assinante do serviço não precisa realizar qualquer cadastro para receber as notificações de emergência. Também não é possível cancelar o recebimento das notificações.

Prevenção

O serviço, desenvolvido por meio de uma parceria com o Ministério do Desenvolvimento Regional e a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), vai oferecer mais uma forma preventiva de comunicação com a população para gerar mais segurança e proteção.

“A ampliação dessa iniciativa é muito importante para aumentarmos o alcance dos nossos alertas. Assim, poderemos atingir um grau de resiliência maior. Esse é mais um instrumento para que possamos preservar vidas humanas e minimizar prejuízos econômicos decorrentes de desastres naturais”, afirmou o secretário nacional de Proteção e Defesa Civil, coronel Alexandre Lucas.

Segundo a Anatel, Belo Horizonte possui cerca de 500 mil assinantes de TV. Para que os alertas cheguem aos televisores, houve um trabalho entre a Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil do Ministério do Desenvolvimento Regional, operadoras de TV e a Subsecretaria de Proteção e Defesa Civil de Belo Horizonte.

De acordo com o subsecretário de Proteção e Defesa Civil de Belo Horizonte, coronel Waldir Figueiredo, a utilização da ferramenta vai colaborar na promoção de uma cultura de prevenção, percepção do risco e adoção de medidas de proteção por parte da população.

“O monitoramento das condições climáticas que podem gerar algum tipo de risco é fundamental para salvar vidas. A Prefeitura de Belo Horizonte está trabalhando de acordo com as recomendações do Marco de Sendai, principal instrumento orientador de redução de risco de desastres, adotado por países membros da Organização das Nações Unidas (ONU). Essa parceria vai aumentar muito a difusão dos alertas preventivos”, disse o subsecretário Waldir Figueiredo.

Alertas preventivos

De acordo com o subsecretário de Proteção e Defesa Civil, a utilização do Twitter é essencial e colabora na promoção de uma cultura de prevenção, percepção do risco e adoção de medidas de proteção pelos seguidores.

“O monitoramento das condições climáticas que podem gerar algum tipo de risco é fundamental para salvar vidas”, ressaltou.

As publicações feitas no Twitter e os alertas para TV por assinatura são medidas complementares ao envio de notificações via SMS pela plataforma 40199.

Mais de 190 mil pessoas já são usuárias do serviço, que foi desenvolvido pela Defesa Civil Nacional, operadoras de telefonia móvel e viabilizado pelo Ministério do Desenvolvimento Regional.

Para se cadastrar, basta enviar um SMS com o CEP do endereço para o número 40199 e uma mensagem de confirmação será enviada na sequência.