‘Estou tentando ter saúde mental’, diz Aretuza Lovi sobre o isolamento social

Assim como Luísa Sonza, que tem passado por momentos apreensivos durante a quarentena, Aretuza Lovi também teve sua vida e rotina impactadas pela pandemia de COVID-19. Em entrevista exclusiva à Jovem Pan, a drag queen contou que está em isolamento social e que está usando o momento para se reinventar e manter o controle. “Estou tentando ter saúde mental”, disse.

A cantora contou que começou o isolamento social de forma inesperada e ‘forçada’: “Eu estava de folga e vim até Florianópolis para resolver algumas questões pessoais e acabei ficando presa aqui”, contou. “Não tenho como ir embora porque não tem transporte e está tudo fechado”. 

Aretuza, que tem um filho pequeno, poderia estar desesperada com a situação, mas resolveu olhar com outros olhos para o problema. Segundo ela, o momento está sendo aproveitado para gerar mais conteúdos para as redes sociais e estreitar ainda mais o relacionamento com os fãs.

“Sou muito próxima dos meus fãs. Eu sempre tento responder todo mundo, eu sempre recebi muita mensagem, mas agora, com a quarentena, bate mais a carência das pessoas”, diz. “Quando eu estou carente, eu vou pra internet. Tenho interagido muito mais agora, de conversar e fazer live. É por isso que me chamam de fada acessível”, explica. 

Além disso, a quarentena e todo o tempo livre que vem junto dela, está servindo para que Aretuza organize e desenvolva projetos – pessoais e profissionais – que sempre teve vontade de fazer. “Eu já estou até pensando no disco do ano que vem”, antecipa. 

Perguntada sobre qual seria a primeira coisa que vai fazer assim que o isolamento acabar, Aretuza não pensou duas vezes antes de dizer que quer encontrar o filho. “Estou desesperada para ver e abraçar meu filho. Também quero muito voltar a fazer show”, disse. 

‘I Love You Corote’

O single mais recente de Aretuza Lovi, ‘I Love You Corote’, chegou às plataformas digitais em janeiro deste ano. Com referências em ritmos brasileiros, como o forró, a faixa é um retorno às verdades da cantora. “Sempre quis introduzir elementos brasileiros nas minhas músicas. Eu amo forró e acho que chegou o momento de fazer o que eu gosto”, disse. “Não adianta eu fazer o que as pessoas querem escutar, eu vou fazer o que eu tenho vontade e me dá prazer em fazer”, completou. 

Sobre o próximo disco, Aretuza adiantou que os fãs vão encontrar uma artista muito eclética, com ritmos brasileiros, e que fala muito sobre amor. “A pessoa vai escutar e vai se identificar. É um trabalho que vai trazer nostalgia. Estou bem feliz com o resultado”, disse. 

Drag Music

Aretuza Lovi é uma das principais drag queens do Brasil. No YouTube, por exemplo, a artista coleciona mais de 71 milhões de visualizações em seus clipes. Ela, que foi a primeira drag queen a apostar na música pop, conta que o cenário da música LGBT mudou muito nos últimos anos. “Eu passei por muita coisa, pessoas rindo e falando que jamais uma drag faria sucesso nesse ramo”, contou. 

E deu certo! 

A drag também destacou a importância da cantora Pabllo Vittar para a comunidade drag e como sente-se orgulhosa de ver o sucesso da amiga. “Eu posso ter começado, mas a Pabllo rasgou isso pra gente. Minha gratidão por ela é surreal”, disse. “Não só a Pabllo, sabe? Tem a Glória, Lia, Kaya, Kika… E isso abriu o mercado. É muito legal ver o boom e quanto a gente se ama e quanto isso é importante”, contou. 

No clima de exaltação da participação da comunidade LGBT na música brasileira, Aretuza Lovi listou CINCO ARTISTAS LGBT PARA CONHECER E SE APAIXONAR DURANTE A QUARENTENA. Veja: 

  1. Kika Boom
  2. Gabeu
  3. Quebrada Queer
  4. Majur
  5. Potyguara Bardo

Aretuza Lovi está produzindo MUITO conteúdo em suas redes sociais. Acompanhe e não perca nenhuma atualização da cantora!