Família de Uberaba é amarrada e tem residência roubada após criminoso se passar por agente de zoonoses

Segundo relatos das vítimas à PM, um dos assaltantes estava com roupas parecidas com o uniforme dos agentes, entrou na casa e liberou a entrada de mais dois homens. Foram roubados R$ 4,5 mil. Uma família moradora do Bairro Fabrício, em Uberaba, foi rendida, amarrada e teve a residência roubada, na manhã desta segunda-feira (31). Segundo a Polícia Militar (PM), o assalto ocorreu após um homem se passar por agente de Zoonoses e a família permitir a entrada dele na casa. Ninguém foi preso.
O G1 entrou em contato com a Secretaria de Saúde e o Departamento de Controle de Zoonoses de Uberaba para se posicionarem sobre o caso; veja baixo.
Conforme relato das vítimas à polícia, um homem bateu no portão dizendo ser do serviço de Zoonose da cidade e vestindo um uniforme idêntico ao dos agentes. Ao entrar na residência, o criminoso sacou um revólver e anunciou o assalto, levando as vítimas de 40, 42, 69 e 77 anos para um dos cômodos, onde foram amarrados.
Depois disso, ele abriu o portão da residência e mais dois criminosos entraram no local. Os três procuravam um cofre que havia na residência e a todo momento ameaçavam as vítimas de morte. Segundo os militares, durante a ação os criminosos falaram que sabiam que o filho da idosa, de 69 anos, era médico ortopedista e que ele tinha muito dinheiro guardado no local.
A senhora entregou aos autores R$ 4,5 mil que estavam guardados dentro de um guarda-roupas e disse que não havia mais dinheiro no local. Ainda assim, os três assaltantes reviraram a residência a procura de mais dinheiro.
Como eles não encontraram mais nada, os três envolvidos fugiram do local em um carro. Eles ainda não foram identificados ou localizados pela polícia
Prefeitura de Uberaba
Em nota a Secretaria de Saúde, por meio do Departamento de Controle de Zoonoses e Endemias, lamentou o ocorrido. “Infelizmente algumas pessoas se utilizam do trabalho de saúde pública dos agentes de combate a endemias para realizarem esse tipo de ação. Nós recomendamos sempre que o morador esteja atento ao uniforme utilizado pelos agentes (camisa azul clara com logo da prefeitura e bolsa de trabalho em tom amarelo), principalmente ao uso de crachá, perguntando também a matrícula do servidor. Em caso de dúvidas, o morador pode entrar em contato na hora pelos telefones 3315-4173 e/ou 3317-4660, números do Departamento de Controle de Zoonoses e Endemias, pois estamos sempre à disposição para sanar esses tipos de dúvidas.”