Governo de SP anuncia distribuição de um milhão de cestas no programa Alimento Solidário

O governador do Estado de São Paulo, João Doria, anunciou nesta terça-feira (7) o lançamento do programa Alimento Solidário, que vai distribuir a partir do dia 17 de abril um milhão de cestas de alimento em todo o território paulistas.

A medida divulgada é mais uma ação do governo estadual em combate ao novo coronavírus e suas consequências sociais e econômicas.

Quatro milhões de pessoas em situação de pobreza vão ser beneficiadas pelo programa. O investimento foi de R$ 110 milhões, doados integralmente por 48 dirigentes nacionais e internacionais da iniciativa privada. “Nesse primeiro momento todo o investimento para essas cestas veio do setor privado”, disse Doria,

As famílias que receberão o benefício serão selecionadas através do CadÚnico, do governo federal. De acordo com o governador, o registro permite um controle adequado para que as cestas sejam destinadas a quem mais precisa.

A distribuição prioritária acontecerá na cidade de São Paulo, região metropolitana e, depois, interior e litoral.

A cesta de alimentos, elaborada por um grupo de nutricionistas do Hospital Israelita Albert Einstein, contém: arroz, feijão, lentilha, leite em pó, sardinha, charque, linguiça, ervilha, macarrão milho verde, sal, açúcar, farinha, fuba, molho de tomate, mistura pra bolo, óleo e biscoito.

Hospital de campanha no Ibirapuera

Doria também anunciou a criação do terceiro hospital de campanha na cidade de São Paulo, no Complexo do Ibirapuera. As unidades que já estão em funcionamento estão no estádio do Pacaembu e no Complexo do Anhembi.

A estrutura será a mesma já adotada nos modelos anteriores. Entre o custo de implantação e operação, o investimento foi de R$ 42 milhões.

Com inauguração prevista para o dia 1º de maio, serão disponibilizados mais 240 leitos de baixa complexidade para o tratamento do novo coronavírus. Cerca de 800 profissionais de saúde também atenderão no local.