Governo de SP anuncia que vai monitorar isolamento durante quarentena pelo celular

O governador do Estado de São Paulo, João Doria, anunciou nesta quinta-feira (9) o programa Sistema de Monitoramento Inteligente (SIMI), que vai monitorar o isolamento durante a quarentena em virtude do novo coronavírus com o apoio das quatro principais operadoras de telefonia do país: Claro, Vivo, Oi e TIM.

Com apoio das empresas, a medida não terá custo para o Estado. As informações serão geradas, de forma anônima, a partir dos dados de 100% dos usuários. “Poderemos identificar onde as pessoas estão e onde existe concentração de gente. Com esses dados vamos decidir percentuais de isolamento e ações, além de advertência quando for necessário.”

De acordo com o governo, a taxa de isolamento ideal é a de 70%. “Nós não estamos alcançando esse indicador”, garantiu Patrícia Ellen, secretária de Desenvolvimento do Estado. A medida tem o intuito de limitar os efeitos da pandemia e diminuir o número de infectados.

As quatro operadoras irão sinalizar os paulistas através de disparos de SMS para alertar de forma local, regional e separadamente quem estiver tanto nas áreas de campo ou núcleos urbanos.

Produção de máscaras

Doria também anunciou a produção e distribuição de 2 milhões de máscaras até o dia 30 de maio em comunidades carentes de São Paulo e da região metropolitana.

A ação é conjunta com a Prefeitura de São Paulo e vai pagar R$ 2 por máscara produzida para as 740 costureiras, mulheres. “O programa atende uma necessidade de saúde, geração de renda e proteção social”, disse Doria.

A produção foi iniciada na segunda-feira (6) na Etec Heliópolis por 14 costureiras. O projeto será ampliado para mais 19 unidades administradas pelo Centro Paula Souza e teve o investimento de R$ 2,5 milhões — doados pelo Itaú, Bradesco e Santander.

Serão impactadas as cidades de São Paulo, Ferraz de Vasconcelos, Guarulhos, Cerquilho, Ibitinga, São José do Rio Preto e Peruíbe.

Parceria com o WhatsApp

Foi anunciada também uma parceria tecnológica com o WhatsApp. De acordo com Doria, esse é mais um canal de informação aos brasileiros moradores do Estado de São Paulo sem nenhum custo de investimento.

A partir desta quinta-feira (9), o São Paulo Pergunta vai tirar dúvidas na tentativa de aumentar a prevenção contra o novo coronavírus. Para ter acesso, basta adicionar o número (11) 95220-2923 nos contatos do celular e mandar uma mensagem com a palavra ‘Oi’.