Governo de SP pretende acabar com fila de testes em duas semanas

A Secretaria Estadual da Saúde afirmou neste sábado (11) que pretende zerar a demanda de testes para coronavírus que estão atraso em duas semanas. Cerca de 30 mil testes para coronavírus aguardam resultado.

“A gente espera que até o final do mês esteja sendo processado só o que entra (exames novos), e que não tenha mais nenhum atraso”, afirmou Paulo Menezes, coordenador do controle de doenças da secretaria.

O governo diz que, para analisar a demanda reprimida de testes, formou uma rede de 45 laboratórios públicos e privados. Segundo o órgão, a estimativa é de que, após zerar a fila, os novos exames que chegarem aos laboratórios da rede tenham seus resultados liberados em 48 horas.

A pasta disse ainda que quase 9 mil das 30 mil amostras, embora registradas no sistema, não chegaram ao Instituto Adolfo Lutz, pois estão nas unidades de saúde onde foram coletadas.

Menezes afirmou que a principal dificuldade é pela quantidade limitada de kits diagnósticos, problema que deverá ser solucionado com a compra de 1,2 milhão de kits da Coreia do Sul. A primeira remessa, de 725 mil unidades, está programada para chegar já neste domingo (12).

*Com informações do Estadão Conteúdo