GP do Canadá é adiado e temporada 2020 da F1 deve começar na França

O GP do Canadá é a nona etapa do calendário 2020 da Fórmula 1 a sofrer alterações em decorrência do coronavírus. A prova, um circuito de rua em Montreal, estava programada para o fim de semana dos dias 12 a 14 de junho, mas agora não tem mais data para acontecer. O GP da França, previsto para 26 de junho, é agora a primeira possível corrida do campeonato.

Em comunicado, os organizadores disseram que estavam “tristes” com o adiamento da prova e que tomaram a decisão depois de consultar a Fórmula 1 e as autoridades locais e federais. “Adiar não é uma decisão tomada de maneira fácil ou rápida”.

“Ouvimos as diretrizes emitidas por autoridades de saúde pública e, como resultado direto da pandemia da covid-19, estamos seguindo as orientações de especialistas fornecidas pelas autoridades”, acrescentaram.

Chase Carey, o CEO da Fórmula 1, espera que a prova seja realizada no fim de 2020. “Trabalhamos em estreita colaboração com nossos amigos do GP do Canadá nas últimas semanas e os apoiamos na tomada dessa decisão necessária para garantir a segurança dos fãs e da comunidade da F-1. Sempre esperamos viajar para a incrível cidade de Montreal e, embora todos tenhamos que esperar um pouco mais, faremos um ótimo espetáculo quando chegarmos no final deste ano”, afirmou.

O anúncio foi feito depois que a Fórmula 1 informou que trabalha com os promotores das provas em um calendário modificado para 2020, que incluirá de 15 a 18 corridas. O GP do Canadá estreou no calendário em 1961 e estava fixo no programa da competição desde 1967, com apenas três exceções.

* Com Estadão Conteúdo.