Ibope inicia 3ª fase de testes de Covid-19 em cidades do Triângulo e Alto Paranaíba


Uberlândia, Uberaba e Patos de Minas participam da pesquisa. Resultado pode ajudar aprimorar combate à pandemia do novo coronavírus. Teste Covid-19
Reprodução/EPTV
O Instituto Brasileiro de Opinião Pública e Estatística (Ibope) inicia neste domingo (21) a 3ª fase de testes rápidos para detecção da Covid-19, realizada com moradores de cidades do Triângulo Mineiro e Alto Paranaíba. A pesquisa ocorre até o dia 23 de junho.
O trabalho é coordenado pela Universidade Federal de Pelotas (UFPeL) e financiado pelo Ministério da Saúde. O objetivo é ajudar a identificar o número de pessoas que têm anticorpos para o vírus em vários municípios do país.
Uberlândia, Uberaba e Patos de Minas fazem parte da pesquisa “Evolução da prevalência de infecção por Covid-19 no Brasil: Estudo de Base Populacional”. De acordo com o Ibope, serão realizados 250 testes rápidos em cada município.
“É fundamental que a população aceite participar da pesquisa. Em cada cidade, por exemplo, é preciso realizar pelo menos duzentos testes, para que possamos apresentar estimativas sobre a real dimensão da Covid-19. Além de contribuir com o esforço coletivo de enfrentamento da pandemia, o participante tem a oportunidade de realizar o exame e saber o resultado na hora”, afirmou a epidemiologista Mariângela Freitas da Silveira, integrante da coordenação do estudo.
Outras etapas
Os três municípios do Triângulo e Alto Paranaíba também participaram da primeira etapa do estudo, realizada em maio.
Em Uberlândia, durante a aplicação dos testes, moradores chegaram a acionar a Polícia Militar (PM), por acreditarem que a ação se tratava de um golpe.
Já a segunda etapa foi realizada entre os dias 4 e 7 de junho. O resultado não apontou nenhum caso da doença nas três cidades.
Os bairros e residências são escolhidos por meio de sorteio. Ao todo, a pesquisa terá três fases. O Ibope não informou quando a última etapa deve ocorrer.
Como funciona a pesquisa
Segundo a chefe do Departamento de Atenção Básica da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), Aline Tristão, todos os entrevistadores são identificados e utilizam todos os Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) necessários para evitar contaminação.
As entrevistas e testes são feitos na área externa das residências, respeitando as regras de distanciamento.
O teste demora cerca de 15 minutos para ficar pronto e, enquanto aguarda, a pessoa sorteada ainda responde a um questionário para saber o estado de saúde.
Caso a pessoa tenha o resultado do teste como positivo, todo o núcleo familiar é testado também.
O Ibope ressaltou que é muito importante que os moradores selecionados aceitem participar desse estudo porque, além de ficarem sabendo do resultado dos próprios exames, contribuirão com a ciência e com os esforços de conter o avanço da pandemia no Brasil.
Initial plugin text