Leilão Touros PNAT 2020 dobra média em relação a 2019


Com faturamento total superior a R$1 milhão, remate se destacou na temporada da ExpoGenética A terceira edição do “Leilão Touros PNAT” surpreendeu o mercado no último dia 22 agosto. Promovido pela ABCZ, durante a ExpoGenética 2020, o remate colocou à venda exemplares que já participaram do Programa Nacional de Avaliação de Touros Jovens e registrou média histórica de R$22.193,10, mais do que o dobro do valor registrado em 2019.
“Foi um resultado surpreendente, acompanhando a qualidade dos animais apresentados e evidenciando o sucesso e a importância do PNAT para a pecuária nacional”, comemora o presidente da ABCZ, Rivaldo Machado Borges Júnior.
Ao todo, o Leilão Touros PNAT 2020 faturou R$1.078.800,00, praticamente o dobro também do registrado no ano anterior quando a movimentação financeira foi de R$ 553.500,00. Este ano, o remate aconteceu de forma virtual, acompanhando a programação da ExpoGenética 360, e foi transmitido pelo Canal do Youtube da ABCZ. A leiloeira foi a Programa Leilões.
Gerente de Melhoramento Genético da ABCZ, Lauro Fraga, anunciando os touros que seguiriam para o leilão
Pitty
O diretor da ABCZ, Ângelo Tibery, responsável pela área de leilões, comemorou o resultado. “Agradeço a todos os criadores que participaram do leilão, e também o empenho do presidente Rivaldo, de toda diretoria da ABCZ, dos técnicos e dos colaboradores, que foram fundamentais para o resultado expressivo que registramos. Parabenizo todos os participantes e espero que em 2021 possamos fazer um evento ainda melhor”, destacou.
Os animais comercializados no Leilão – das raças Nelore e Nelore Mocho, Brahman e Sindi – possuem avaliações do Programa de Melhoramento Genético de Zebuínos (PMGZ), do Teste de Desempenho e Eficiência Alimentar (TDEA), além de ultrassonografia de carcaça.
“O elevado crescimento nas médias dos touros no leilão PNAT e a valorização no preço das cotas de dois touros que vão para a coleta de sêmen comprovam o programa como a fonte confiável de touros jovens melhoradores. Um dos pontos determinantes de progresso genético é quando a média das avaliações dos animais jovens está superior as avaliações dos seus antecessores e isso é observado a cada ano nos touros do PNAT bem como na média de todos os animais safra a safra avaliados no PMGZ”, relata Ricardo Abreu, gerente de fomento de programas de melhoramento genético da ABCZ.