Médico da Ponte está com covid-19; clube pede que torcedores fiquem em casa

Médico das categorias de base da Ponte Preta, Pedro Orru Neto testou positivo para o coronavírus. Ele permanece em quarentena em casa, no município de Itapira, a 70 km de Campinas.

Urro também atua como profissional da rede pública de saúde em Itapira e Mogi Mirim, e acredita ter contraído a covid-19 ao atuar na linha de frente do combate à pandemia. Segundo Roberto Nishimura, que dirige o departamento médico do clube, não há chande do ortopedista ter transmitido o vírus aos jogadores da base, graças às medidas de isolamento social.

“Isso [a não transmissão para os atletas] reforça a importância de a Ponte ter agido rapidamente para seguir as orientações das autoridades sanitárias e suspendido todas as atividades, bem como orientado todos a ficarem em casa”, emendou.

Nishimura acrescenta que Pedro Neto já seguia as medidas de isolamento social. Entretanto, por ser médico da rede pública, teve contato com pessoas que estavam com o vírus, mas sob necessidade de auxílio.

“Sabemos que 14 a 20% dos funcionários da saúde vão pegar o vírus. É importante destacar um fato: Pedro apresentou sintomas leves, mas ainda assim é um potencial transmissor do coronavírus”, ponderou.

“É por isso que apelamos a todos os que podem para que fiquem em casa, pois alguém com sintomas leves ou mesmo sem ter sintomas pode estar com o vírus e, se não se isolar, acaba o transmitindo para outras pessoas mesmo sem saber disso”, finalizou.

Em nota emitida pela assessoria de imprensa, a Ponte Preta “deseja uma recuperação plena a Pedro Orru Neto e reitera a importância do isolamento social para evitar a contaminação. #FicaEmCasa”.

* Com Estadão Conteúdo