Médicos avaliam mudança nos tratamentos de câncer durante a pandemia

Um grupo de médicos brasileiros e estrangeiros avalia mudanças nos tratamentos de câncer durante a pandemia de coronavírus. O estudo é conduzido por 20 profissionais e boa parte trabalha no Albert Einstein e na BP, a Beneficência Portuguesa de São Paulo.

Os especialistas analisaram 80% dos tumores mais comuns para saber se é possível adotar alterações de procedimentos. O oncologista Fernando Maluf, um dos responsáveis pela pesquisa, destaca que um dos objetivos é reduzir a ida dos pacientes aos hospitais.

Fernando Maluf, do Instituto Vencer o Câncer, aponta que, em alguns casos, é possível adiar cirurgias e radioterapias em até seis meses.

Sobre o coronavírus, o oncologista reitera que o isolamento é fundamental para evitar lotação dos hospitais. Fernando Maluf alerta ainda para a escassez de sangue nos hospitais do país e reforça a necessidade das doações.

*Com informações do repórter Tiago Muniz