Mesmo com novos leitos de UTI específicos para Covid-19, BH segue com ocupação de 91%


Estado não informa taxa de ocupação de leitos específicos para Covid-19. Ocupação geral de UTIs está em 68%. Taxa de ocupação das UTI’s em Minas é de 67%. BH segue com ocupação de 91%.
Belo Horizonte permanece, pelo segundo dia consecutivo, com 91% dos leitos de terapia intensiva ocupados, mesmo com ampliação de 12 novas unidades. A informação foi divulgada pela Secretaria Municipal de Saúde nesta terça-feira (21), mas se refere à véspera.
Segundo boletim epidemiológico, são 407 leitos destinados a tratamento de casos suspeitos ou confirmados de Covid-19. Até agora, 369 pacientes estão internados nestas unidades.
BH tem, ao todo, 1.057 leitos de terapia intensiva, com taxa de ocupação geral de 86%.
Coronavírus Sars-Cov-2 em imagem de microscópio eletrônico
NIAID-RML/Handout via Reuters
No caso dos leitos de enfermaria, houve acréscimo de 47 unidades, totalizando 4.610, com taxa de ocupação geral de 69%. São 1.099 leitos destinados apenas para pacientes com Covid-19, com taxa de ocupação de 78%
Ocupação de leitos no estado
Minas Gerais possui 3.595 leitos de terapia intensiva, com taxa de ocupação geral de 68%. A Secretaria de Estado de Saúde não informa o total de unidades disponíveis apenas para Covid-19, nem a taxa de ocupação específica.
Segundo o Ministério da Saúde, até agora foram habilitados no estado 994 leitos para tratamento da doença. Nesta segunda, segundo a SES-MG, já eram 958 pacientes internados nestas estruturas.
No caso dos leitos de enfermaria, 20.756 unidades disponíveis, com taxa de ocupação geral de 58,5%. Até agora, o estado tem 1.836 pacientes com Covid-19 internados em leitos de enfermaria.
Initial plugin text