Mulher de Agaciel Maia é nomeada no Senado

O diretor geral do Senado, Haroldo Tajra, assinou um ato nomeando a servidora Sânzia Maia, mulher do ex-diretor geral Agaciel Maia, para um órgão ligado à sua diretoria.

Sânzia Maia assume uma vaga no Sistema Integrado de Saúde (SIS) da Casa, nove meses após seu marido ter deixado o comando da diretoria sob acusações de irregularidades e a pouco mais de um mês do Senado decidir sobre a demissão dele – que é responsabilizado pela edição dos polêmicos atos secretos.

A esposa de Agaciel estava lotada na gráfica do Senado , onde recebia por mês salário de R$ 3.302,42. A assessoria da diretoria geral do Senado não soube informar se a movimentação também envolve um reajuste salarial para a servidora. Ainda segundo informações da assessoria, Tajra está de recesso e, por isso, não poderia comentar a remoção de Sânzia na Casa.

Cargo: A servidora permaneceu de 1999 até 2008 na Secretaria de Estágios, que era subordinada a Agaciel, mesmo com a Lei 8.112/90, proibindo que se mantenha sob sua chefia imediata, cônjuge, companheiro ou parente até o segundo grau civil. Ela acabou exonerada da função em 2008 quando o Supremo Tribunal Federal (STF) proibiu o nepotismo nos Três Poderes