Novos profissionais cubanos chegam à Itália para atuar na saúde

Uma segunda equipe de saúde de Cuba, composta por 21 médicos cubanos e 16 enfermeiros e um coordenador de logística, chegou nesta segunda-feira (13) à Itália para ajudar o país no combate à pandemia do novo coronavírus.

Os 38 profissionais de saúde da brigada Henry Reeve que o Ministério da Saúde de Cuba enviou a Piemonte chegaram em Turim depois que o presidente da região, Alberto Cirio, pediu ajuda através da embaixada cubana na Itália.

Eles ficarão em um antigo prédio industrial que foi convertido em hospital para pacientes com Covid-19 que precisam de tratamento semi-intensivo. A equipe é composta por epidemiologistas, anestesiologistas, socorristas, clínicos gerais e enfermeiros especializados em terapia intensiva.

Desde o dia 24 do mês passado, outra equipe de saúde cubana, composta por 37 médicos e 15 enfermeiros, trabalha no hospital de campanha na cidade de Crema, na província de Cremona, na região da Lombardia.

A Itália recebeu profissionais da saúde da Rússia, Albânia, China e Ucrânia para ajudar em hospital. O país já registrou 19.899 mortes e cerca de 156.363 casos da doença no país.

*Com informações da EFE