Organização diz que Festival de Cannes não será realizado no formato original

Os organizadores do Festival de Cannes reconheceram nesta terça-feira (14) as dificuldades para realizar o evento no final de junho ou no início de junho, opções já descartadas, e anunciaram em comunicado que estudam novas alternativas para a edição de 2020 por causa da pandemia do novo coronavírus.

A nota foi divulgada um dia após o presidente da França, Emmanuel Macron, afirmar que o confinamento no país será prorrogado até 11 de maio e que os grandes eventos públicos não poderão ocorrer até meados de julho.

“É difícil pensar que o Festival de Cannes possa ser realizado neste ano em seu formato original”, admitiram os organizadores, que já conversam com profissionais do setor de audiovisual, tanto da França como do exterior, para avaliar a situação.

De acordo com o comunicado, os organizadores afirmam que o festival, “um pilar essencial de apoio à indústria cinematográfica, deve continuar estudando o conjunto de possibilidades que permitam apoiar o ano do cinema fazendo com que Cannes 2020 seja realizado, de uma maneira ou de outra”.

Sem mais detalhes, a nota diz que, quando a crise da pandemia de Covid-19 for superada, Cannes deverá “reiterar e demonstrar a importância e o lugar que o cinema, suas obras, seus artistas, seus profissionais, salas e público ocupam em nossas vidas”.

A 73ª edição do festival seria realizada de 12 a 23 de maio. O diretor do evento, Thierry Frémaux, antecipou em 7 de abril, em entrevista à revista Variety, que uma edição digital não estava nos planos.

*Com EFE