Pequenos empresários devem buscar formas de sobrevivência na crise

Pequenas empresas devem identificar linhas de acesso ao crédito e formas de sobrevivência na crise gerada pelo coronavírus, avalia o gerente de política industrial da Confederação Nacional da Indústria (CNI), João Emílio Gonçalves.

“A gente tem recomendando e estimulado as empresas a conhecer essas medidas importantes para avaliar o caixa. O principal problema é a perda de demandas e de receitas, e elas têm obrigações. Se a gente pensar que a empresa tem que pagar fornecedor que são outras empresas que vão pagar outros fornecedores, a gente precisa de alguma forma garantir que esse circuito funcione para evitar que essas empresas quebrem com impactos nos empregos.”

A CNI lembra que muitas empresas desconhecem as ações do governo federal anunciados ao longo da pandemia.

Se na crise sempre há oportunidade, o presidente da Empresa Brasileira de Pesquisa e Inovação Industrial (EMBRAPII), Jorge Almeida Guimarães, acredita no desenvolvimento nacional.

“Tem uma grande oportunidade para nossas empresas. Então grandes empresas estão oferecendo possibilidade e todos os tipos de necessidades respiradores, máscaras, EPIs e os testes diagnósticos. Tudo isso vai depender de desenvolvimento local.”

O presidente da EMBRAPII ressalta que 150 mil máscaras de proteção facial para uso hospitalar serão fabricadas por meio de uma parceria com a montadora Ford na unidade do Senai na Bahia.

*Com informações do repórter Marcelo Mattos