População deve fazer descarte adequado dos EPIs para evitar contaminação por coronavírus

Em tempos de pandemia, com o uso cada vez maior de luvas e máscaras, a população deve prestar atenção na hora de jogar esse material no lixo. O descarte correto dos equipamentos de proteção individual, os chamados EPIs, é fundamental.

De acordo com a Associação Brasileira de Empresas de Limpeza Pública e Resíduos Especiais, esses itens devem ser separados dos dejetos comuns. O presidente da Abrelpe, Carlos Silva, sinaliza para que mascaras e luvas sejam colocadas no lixo do banheiro.

A gestão correta dos resíduos sólidos se tornou uma importante proteção de barreira sanitária contra a transmissão da covid-19.

Ele explica também que, durante a quarentena, houve uma migração dos centros de geração de lixo. Antes, eles se concentravam nas áreas mais centrais e comerciais. Agora, estão localizados nas aéreas residenciais e em outros municípios próximos a capital.

A Abrelpe tem feito uma pesquisa periódica com os associados desde o inicio da pandemia. Até o momento, nenhum dos 110 mil trabalhadores do setor foi diagnosticado com a covid 19.

*Com informações do repórter Victor Moraes