RJ vai contratar 5 mil profissionais de saúde temporariamente

Cerca de 5 mil profissionais de saúde serão contratados temporariamente pela empresa municipal RioSaúde, do Rio de Janeiro, para combater a pandemia de coronavírus em unidades de saúde localizadas na cidade.

Os contratos terão validade enquanto durar a crise sanitária e poderão servir para repor vagas de profissionais que precisaram se afastar por terem os sintomas da doença ou por fazerem parte de grupos de risco.

Os primeiros profissionais contratados serão encaminhados para o Hospital Municipal Ronaldo Gazolla. Além de funcionar como um centro de capacitação profissional no combate à epidemia, a unidade tem capacidade para 381 leitos, dos quais 182 são de UTI adulto e 19 de UTI pediátrica.

Os profissionais poderão ser encaminhados também para o Hospital Federal de Bonsucesso, para o Hospital Universitário Clementino Fraga Filho e para o Hospital de Campanha, que está em construção no Pavilhão 3 do Riocentro e já está com 90% da obra concluída.

O prefeito do Rio de Janeiro, Marcello Crivella, visitou o hospital de campanha na sexta-feira (10), acompanhado de secretários e do senador Flávio Bolsonaro. A unidade terá 500 leitos para pacientes com o novo coronavírus, sendo 400 de clínica médica e 100 de UTI, além de um pequeno centro cirúrgico.

*Com informações da Agência Brasil