Rússia supera 10 mil casos do coronavírus; Moscou concentra 60% dos registros

A Rússia registrou nesta quinta-feira (8) 1.459 casos a mais de covid-19, a doença provocada pelo novo coronavírus, o que eleva o total no país para 10.131, de acordo com balanço apresentado pelo gabinete de crise montado pelo governo.

De acordo com a contabilização oficial, Moscou segue como o principal foco de contágio, concentrando mais de 60% do que foi registrado em todo o território.

Ainda segundo o gabinete de crise, nas últimas 24 horas, morreram 13 pacientes pela doença, o que eleva o total na Rússia para 76.

Além disso, as autoridades locais apontam que 1 milhão de testes foram feitos no país apenas de quarta-feira para estar quinta-feira, sendo 250 mil em Moscou e mais 80 mil na região metropolitana da capital.

Ao todo, 170 mil pessoas estão em observação médica preventiva, por apresentarem sintomas que condizem com a infecção pelo novo coronavírus.

Na Rússia, todo o mês de abril foi declarado como não útil, para que as pessoas evitem sair de casa. A expectativa de especialistas do governo é que o pico de contágio seja registrado daqui entre dez e 14 dias.

*Com informações da EFE