Ao todo, foram notificados 75 casos de síndrome respiratória aguda grave causada pelo vírus Influenza.

Campanha de vacinação contra a gripe foi até o dia 31 de maio — Foto: Divulgação
Campanha de vacinação contra a gripe foi até o dia 31 de maio — Foto: Divulgação

A Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES) confirmou nesta segunda-feira (10) 11 mortes associadas ao vírus H1N1 no estado em 2019. Segundo a secretaria, ao todo foram notificados 75 casos de síndrome respiratória aguda grave causados pelo vírus Influenza. Destes, 63 são relacionados ao H1N1.

Seis mortes ocorreram em Belo Horizonte, uma em Andrelândia, uma em Campo Belo, uma em Juiz de Fora, uma em Leopoldina e uma em Uberlândia. Além disso, ainda foram confirmadas outras 12 mortes associadas a outros vírus respiratórios.

De acordo com a Secretaria, a vacinação para o público alvo foi realizada até o dia 31 de maio nas cidades mineiras. O objetivo era alcançar 90% das pessoas acima de 60 anos, crianças de seis meses a cinco anos de idade, gestantes, puérperas, trabalhadores da área da saúde, professores de escolas públicas e privadas, portadores de doenças crônicas e adolescentes e jovens de 12 a 21 anos cumprindo medida socioeducativa que vivem na cidade.

Alguns municípios estenderam a campanha para toda a população, pois tiveram sobra das imunizações para os grupos prioritários, de acordo com a SES. A dose única e gratuita previne contra três tipos de vírus.

Info gripe A H1N1 — Foto: Arte/G1
Info gripe A H1N1 — Foto: Arte/G1