Trump: ‘Nossa curva de contágio está se achatando’

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, destacou em entrevista coletiva nesta sexta-feira (10) a eficácia de medidas propostas pela própria OMS, como o isolamento social, para combater o novo coronavírus. “Nossa taxa de mortalidade (por Covid-19) é mais baixa se comparada a outros países”, disse. “Nossa curva de contágio está se achatando”, completou.

Trump informou que os EUA hoje aplicam 100 mil testes de coronavírus por dia, o que seria o maior número de todos os países. Ainda de acordo com o presidente americano, o governo local enviará a cidades do país, ao longo da semana, estoques de cloroquina, remédio ainda sem eficácia comprovada contra a Covid-19. “Temos uma estratégia agressiva contra o coronavírus e não precisamos de mais hospitais”, disse.

O líder da Casa Branca ressaltou que continuará usando “todo o poder da indústria americana” para produzir respiradores, como já está sendo feito por grandes fábricas como a General Motors e a Ford. “Outros países estão nos pedindo ajuda para combater coronavírus, vamos ajudar”, completou.

Reabertura da economia

Trump também aproveitou a coletiva desta sexta-feira para anunciar que o governo americano lançará, na próxima terça-feira (14), um conselho para discutir a reabertura da economia do país, paralisada para conter o novo coronavírus. Ainda assim, o republicano destacou que a prioridade no país é salvar vidas, e depois as empresas afetadas pela crise trazida pela pandemia.

Trump tem anunciado, nas últimas semanas, uma série de medidas para amortecer os impactos econômicos do coronavírus. Um “bom pacote” para as empresas aéreas também já estaria no radar do governo local, conforme reforçou hoje o líder da Casa Branca em coletiva de imprensa. “Também não podemos deixar que nada aconteça com a Boeing”, acrescentou. A fabricante de aviões é uma das empresas de maior peso no índice acionário Dow Jones.

*Com informações do Estadão Conteúdo